Rádio Liberdade 87,9
Terça, 17 Outubro 2017 09:25

PC elucida homicídio em Lagoa Grande, prende um e pede ajuda para encontrar foragido

Escrito por 

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Presidente Olegário, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de Ronan Nogueira de Lima, 21 anos, um dos autores do homicídio ocorrido no dia 30 de junho de 2017. A vítima, Geferson Tomaz de Souza, 25 anos, foi morto a facadas na orla da Lagoa em Lagoa Grande durante uma briga.A Polícia Civil iniciou as investigações e apurou que Ronan e Leonardo Gonçalves da Silva foram os autores do crime. A Polícia Civil representou pela decretação da prisão preventiva de ambos, as quais foram deferidas pela justiça no dia 09 de outubro deste ano.

Durante as investigações, a Polícia Civil apreendeu as roupas utilizadas pelos suspeitos e a faca utilizada no homicídio, sendo todo o material encaminhado ao Setor de Perícias em Belo Horizonte. Ronan se apresentou na manhã desta segunda-feira (16) na Delegacia de Polícia Civil de Lagoa Grande, acompanhado de seu advogado, enquanto Leonardo se encontra foragido.

Diversas diligências foram realizadas na semana passada no intuito de localizar e prender Leonardo, todavia o mesmo não foi localizado. De acordo com o Delegado Vinícius Volf, Leonardo possui passagens policiais pela prática dos crimes de furto, receptação, uso de documento falso e formação de quadrilha. Já Ronan possui passagens policiais por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.

O delegado destacou que a Delegacia de Presidente Olegário tem trabalhado de forma incessante na apuração dos crimes ocorridos na região de Lagamar, Lagoa Grande e Presidente Olegário, contando sempre com a colaboração dos cidadãos de bem, que têm um papel essencial através do fornecimento de informações à Polícia Civil, seja por meio do Disque Denúncia Unificado – DDU 181 ou pelo telefone da Delegacia de Polícia Civil 34-3811-1227.

O policial reforçou a missão da Polícia Civil em realizar a investigação criminal e o compromisso com o interesse público na apuração dos delitos, o que tem impactado na redução da criminalidade da região, solicitando que a população denuncie à Polícia Civil a localização de Leonardo para que o mesmo seja preso e conduzido ao presídio.

Fonte: Patos Hoje 

 


Sábado, 16 Dezembro 2017
16:00 - 21:00
Clube do Ouvinte

Maria do Carmo

botao01