Rádio Liberdade 87,9
Liberdade FM

Liberdade FM

Um candidato a vereador do município de Lagoa Grande está impedido de continuar com sua campanha eleitoral. Ele foi preso no final da manhã dessa quarta-feira (29) acusado de tráfico de drogas. Na casa dele, os investigadores da Polícia Civil de Presidente Olegário encontraram cerca de 1,6 kg de maconha e nove munições calibre 32.

Alecino Rodrigues de Faria, de 36 anos, estampava no santinho, o lema “Honestidade e Trabalho”. A forma que o candidato encontrou para arrecadar recursos para a campanha eleitoral, no entanto, não é nem um pouco honesta. De acordo o delegado de polícia de Presidente Olegário, Thales Gontijo, Alecino reforçava o caixa vendendo drogas.

Denúncias anônimas levaram os investigadores da Polícia Civil até a casa do candidato no centro da cidade de Lagoa Grande. Após um mês de investigação eles descobriram até onde Alecino escondia a droga, um buraco na parede da cozinha que era coberto por um quadro. Foi lá que os policiais encontraram o enorme tablete de maconha.

Ele foi preso em flagrante e conduzido para Delegacia da Polícia Civil de Presidente Olegário para prestar esclarecimentos. Alecino foi indiciado por tráfico de drogas e posteriormente conduzido para o Presídio da cidade. A droga foi apreendida e encaminhada para a perícia.

Alecino concorre a uma cadeira na Câmara Municipal de Lagoa Grande pelo partido PSDC. A prisão por tráfico de drogas deixa sua candidatura comprometida.

Autor:  Maurício Rocha - Fonte: Patos Hoje 

Mesmo com as projeções de crescimento de 2% ou menos do Produto Interno Bruto (PIB) em 2012, o porcentual das categorias que terão aumento nos salários acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) será recorde neste ano, segundo projeções do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). "A tendência é de que o porcentual de 96,5% das categorias que tiveram aumento real no primeiro semestre se mantenha no desempenho anualizado e supere o recorde de 2010, de 88,2%", disse o coordenador de Relações Sindicais do Dieese, José Silvestre Prado de Oliveira.

Na avaliação dele, as condições econômicas que incentivaram a obtenção de aumentos reais no primeiro semestre - alta do salário mínimo acima da inflação, queda da inflação medida pelo INPC e manutenção do nível de emprego - serão somadas à retomada da economia no segundo semestre e favorecerão as negociações. "Certamente, a taxa de inflação mais baixa e o aumento do salário mínimo criam um ambiente favorável ao reajuste e ao ganho real, aliados à ação sindical, ao mercado de trabalho aquecido e ao crescimento da massa salarial, que impulsiona os desempenhos das vendas", explicou.

Oliveira disse que categorias importantes possuem data-base no segundo semestre, como comerciários, bancários, metalúrgicos, químicos, petroleiros e trabalhadores dos Correios.

Desonerações e geração de emprego

De acordo com o coordenador de Relações Sindicais do Dieese, não é possível avaliar que impacto tiveram na criação de empregos e no aumento de salários as medidas de desoneração do Imposto sobre Produtos Industriais (IPI) para os setores automotivo, da linha branca e de materiais de construção, além da desoneração da folha de pagamento para 17 setores.

"Não tenha dúvida de que os setores empresariais do segmento saem em vantagem, mas é preciso avaliar a contrapartida, que seria a geração de empregos, o que não foi possível mensurar", disse Oliveira. "Precisamos ficar atentos ainda à desoneração da folha, já que são recursos que impactam a Previdência."

Além do recorde de 96,5% das categorias com aumento real dos salários no primeiro semestre, o Dieese divulgou ainda que 90,3% delas conseguiram também reajustes acima do Índice de Custo de Vida (ICV), indicador elaborado pela própria entidade.
 
Fonte: Estado de Minas 

As coligações partidárias que concorrem às eleições municipais de Vazante suspenderam as propagandas eleitorais gratuitas no rádio e TV por três dias. A decisão foi tomada em conjunto na manhã de domingo (26) por conta da morte do filho do candidato a prefeito pela Coligação Vazante para Todos, Dr. José Benedito dos Reis Calçados (PHS).

As emissoras e Cartório Eleitoral serão comunicados oficialmente nesta segunda-feira (27) e as propagandas retornarão apenas na quarta-feira (29).

O ACIDENTE

Um acidente no fim da madrugada deste domingo (26) no KM 88 da MGC-354 resultou na morte de dois jovens. O veículo rodou na pista, saiu da pista e bateu nos eucaliptos.

Segundo o sargento Marx da Polícia Militar Rodoviária, cinco jovens seguiam de Vazante para Lagamar em dois carros. Os veículos pararam um quilometro antes do local do acidente, momento que os passageiros trocaram de carro. Thiago Vinícius dos Reis Calçado (23) e Caio Vinícius da Costa Ribeiro (17) seguiram viagem no VW/Gol branco, com placas de Vazante, enquanto outros três amigos foram no outro carro.

Na curva do KM 88 da MGC-354, o motorista do carro perdeu o controle, rodou na pista e bateu de lado nos eucaliptos. O impacto foi tão forte que a árvore praticamente entrou no veículo. Os amigos que estavam no carro atrás contaram para nossa equipe quando o carro bateu na árvore.

Thiago Vinícius morreu instantaneamente. Caio ficou preso as ferragens, chegou a receber atendimento de uma equipe médica de Vazante, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada do Corpo de Bombeiros de Patos de Minas.

O sargento Marx comentou que o local é perigoso e já foram registrados vários acidente graves. Ele alerta aos motoristas que reduzam a velocidade, já que a rodovia é cheia de curvas acentuadas.

A perícia esteve no local e vai apurar as causas do acidente. Os sepultamentos foram realizados na manhã desta segunda-feira (27) em Vazante.

Fonte: www.vazante.net

 

A Polícia Rodoviária Estadual registrou na madrugada deste domingo(26/08) um grave acidente onde resultou na morte de dois jovens.

Segundo o patrulheiro da PRE, cinco jovens seguiam da cidade de Vazante para Lagamar em dois veículos. Os veículos pararam um quilometro antes do local do acidente, momento que os passageiros trocaram de carro.

Thiago Vinícius dos Reis Calçado, 23 anos e Caio Vinícius da Costa Ribeiro 17 anos seguiram viagem no VW/Gol branco, com placas de Vazante, enquanto os outros três amigos foram no outro carro.

Na curva do KM 88 da MGC-354, o motorista do carro Thiago dos Reis,  perdeu o controle direcional, rodou na pista e bateu de lado nos eucaliptos. O impacto foi tão forte que a árvore praticamente entrou no veículo.

Thiago dos Reis morreu instantaneamente. Caio ficou preso entre as ferragens, chegou a receber atendimento de uma equipe médica de Vazante, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada do Corpo de Bombeiros de Patos de Minas. Thiago dos Reis era filho do candidato e prefeito da cidade de Vazante.

O patrulheiro rodoviário comentou que o local é muito perigoso e já foram registrados vários acidente graves. Ele alerta aos motoristas que reduzam a velocidade, já que a rodovia é cheia de curvas acentuadas.

A perícia esteve no local e vai apurar as causas do acidente. Os corpos foram levados para o IML (Instituto Médico Legal) de Patos de Minas e depois liberado aos familiares para o sepultamento.

Redação: Sergio Tavares

Fotos: Aislan Henrique - Patos 1

Fonte: Igor Nunes - Patos Noticias

 

A máxima de que obras de saneamento não ganham votos deve ser reformulada nestas eleições e o tema do manejo de resíduos sólidos deve aparecer em campanhas e debates até o pleito do dia 7 de outubro. A principal alavanca para a questão no debate eleitoral é o prazo estabelecido pela Lei Nacional de Resíduos Sólidos, que determina que até 2014 estados e municípios desativem lixões e todos os resíduos sejam encaminhados a aterros sanitários.

Os projetos para adequação à nova legislação começam nas prefeituras, com a elaboração dos planos municipais de resíduos sólidos. A lei prevê que os repasses federais para essa área só poderão ser feitos para cidades que apresentarem planos de gestão. Estimativa do Ministério do Meio Ambiente é que, até o começo de agosto, apenas metade da população brasileira vivia em cidades em que os planos de resíduos sólidos estavam em andamento ou sendo elaborados. Na maior parte dos municípios do país, o trabalho deve ficar para os gestores eleitos neste pleito.

De acordo com o Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, elaborado pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), em 2011, 3.371 cidades brasileiras – 60,5% do total de municípios – deram destinação inadequada aos resíduos sólidos. O total, segundo o relatório, equivale a mais de 74 mil toneladas diárias de lixo jogadas em lixões e aterros fora dos padrões estabelecidos pela lei.  De acordo com o mesmo estudo, 6,4 milhões de toneladas de resíduos nem chegaram a ser coletadas.

Além do manejo dos resíduos sólidos, o histórico desafio do saneamento básico também estará na pauta dos candidatos a prefeito. De acordo com dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento Básico, do Ministério das Cidades, 54% da população brasileira ainda não tem serviço de coleta de esgoto e 19% não tem água encanada. De todo o esgoto coletado no país, menos da metade, cerca de 40%, é tratado

Das 100 maiores cidades brasileiras, apenas cinco têm coleta de esgoto universalizada, ou seja, em todos os domicílios – e em nenhuma delas todo o esgoto coletado é tratado, segundo levantamento do Instituto Trata Brasil com base no banco de dados do ministério.

Além da falta de acesso aos serviços, o setor de saneamento ainda tem outro gargalo: a fiscalização. Levantamento da Associação Brasileira de Agências Reguladoras (Abar) aponta que somente 41% dos municípios brasileiros têm seus serviços de saneamento básico fiscalizados por agências reguladoras.

Uma lei federal prevê que as agências acompanhem e fiscalizem a qualidade dos serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem pluvial e manejo de resíduos sólidos. De acordo com a lei, a ausência da regulação pode até levar ao cancelamento de repasses federais para saneamento. No entanto, os municípios alegam dificuldades de pessoal capacitado e suporte para instalar as agências e seguem descumprindo a lei.

Pagina 358 de 358

Terça, 23 Janeiro 2018
05:00 - 07:59
Alvorada Sertaneja

Mauricio Araújo

botao01